O primeiro de muitos – Grito Rock Viçosa 2012

Público no Flor e Cultura Bar

Dia 10 de março de 2012 vai entrar para a história de Viçosa. O que se pode dizer de um evento que reuniu as bandas O’Zimpatas (Viçosa), Vandaluz (Patos de Minas) e Djambê (Belo Horizonte), apresentação da Cia. de teatro Elos Quentes, #VaraldaArte e muita gente bonita no Flor e Cultura Bar? Para o Ygor Sas, o Grito foi intenso, inteiro e completo. Concordo totalmente e ainda acrescento DIFERENTE.

Não se trata apenas de ser uma edição do maior festival integrado da América Latina. O Grito é muito mais! Para começar, foi construído coletivamente por uma galera que arregaça as mangas e está disposta a trazer novas opções para a cidade e abrir portas para novos artistas! Não apenas músicos, mas a galera do palco, das letras, das artes visuais, todo mundo tem espaço.

Somos também conscientes. Vocês notaram que praticamente não utilizamos cartazes? Pois é, Viçosa já está bem poluída visualmente, vocês não acham? Além disso, evitamos o uso desnecessário de papel. Também promovemos as campanhas #Levesuacaneca e #vamosjuntos. Outra ação da frente NósAmbiente foi a distribuição de bituqueiras dentro do Flor e Cultura.

E o preço? Não precisamos de lotes diferenciados, nem convite feminino e masculino. Aqui todo mundo é igual!

Quem não foi ao Grito pode conferir nossa cobertura do que acontecia por lá pelo Facebook e Twitter! A cobertura fotográfica e audiovisual ficou a cargo de Roberta Monteiro, Yuri Azevedo e Juliana Soar. Mesmo de longe, todo mundo acompanhou!

As atrações:

O’Zimpatas: Os primeiros a subirem ao palco, agitaram a galera. Apesar do pouco tempo de banda, uma coisa é fato, esses meninos precisam gravar logo! Depois de um show empolgante, fica a vontade de ouvir as músicas em casa também.

Vandaluz: Se com o Vane, vocalista, usando muletas o show já foi ótimo, imagina com esses caras em plena forma? O Vandaluz veio pela segunda vez a Viçosa e mostrou que já cativou o público daqui. O show de Viçosa foi um dos oito que fazem parte da turnê da banda pelas edições do Grito Rock deste ano.

Djambê: apresentando o repertório do álbum lançado em outubro de 2011, trouxeram seu som consciente para o Grito e empolgaram a galera utilizando em seu set de percussão e bateria instrumentos materiais reciclados.

#VaraldaArte: A exposição de poesias e contos de autores de vários cantos do país trouxe um clima diferente para o Grito e despertaram bastante curiosidade do público.

Fica, vai ter bolo: a apresentação da Cia. ElosQuentes surpreendeu o público e trouxe mais encanto para a noite.

Vandaluz no Palco

Confira parte da cobertura no Flickr da Roberta Monteiro!

Nossos agradecimentos a todos que compareceram e participaram da construção do Grito Rock, e que esse seja o primeiro de muitos!

A primeira edição do Grito Rock – Viçosa foi uma promoção do Coletivo 103 e Fora do Eixo, com o apoio de Posto da Esfiha, Suprimentos, MaxMotos e Pró-Reitoria de Extensão e Cultura.


MiD – Segunda Mostra Independente de Dança de Viçosa

Guilherme Antônio

Bom dia, leitores do Blog Coletivo 103! E também há quanto tempo não é?! Rsrs, pois bem, por motivos de força maior estive ausente na semana passada, mas como tudo passa e a semana também. Como diriam os velhos portugueses “cá estóis de volta a labuta!”

Hoje irei tratar de um assunto que foi passado por alto aqui no coletivo, ou melhor, foi apenas divulgado. Que assunto é esse? Envolvendo palco e performance, certamente é a Segunda Mostra Independente de Dança de Viçosa ou simplesmente abreviando II MID.

Mas o que é o MID?

O MiD propõe a produção independente dos estudantes de arte, apreciadores, exploradores e amantes ousados. É um espaço de estudo, trocas de experiências e divulgação dos trabalhos, sobretudo a auto-gestão – iluminação, cenografia, sonoplastia, figurino, maquiagem, improvisações, produção, divulgação, criação.

O MiD será realizado nos dias 26 e 27 de agosto. Em cada dia haverá duas horas de apresentação, seguidas de um espaço de discussão para os intérpretes e espectadores que queiram comentar as obras. No dia 26, as apresentações acontecerão na Estaçãozinha Cultural da cidade, já no dia 27, no estúdio da Sede do curso de Dança. Estarão disponíveis as fotos dos espaços no blog do MiD.

E não acabam por aqui, senhoras e senhores. O Coletivo 103, por apoiar a difusão da cultura em Viçosa não podia ficar de fora dessa e será representado no evento por mim e o aluno do curso de Agronomia da UFV Raphael Toth Lender com o espetáculo, Expressão em Movimento. Ai vai uma rápida sinopse para deixá-los curiosos: O mini espetáculo expressão em movimento com a duração entre 4,5 a 6 minutos, visa mostrar ao publico um jogo de expressão corporal onde os atores irão executar passos de dança relacionados a dança de rua (break) e passos circenses incluindo malabaris e clown.

Então já sabem, não é? Nos dias 26 e 27 de agosto apresentem-se para prestigiar o II MID!

Coletivo 103 por mais cultura em Viçosa!