O que fazer em 2012? Parte 3

Por Vívian Andaki

Este texto é a continuação deste artigo aqui.

Tema 3: Você libera suas músicas para download?

Eu pensava que todo mundo concordava que o download gratuito de músicas é um caminho que não tem mais volta, entretanto, notei que várias bandas ainda não concordam com essa iniciativa! O fato é, se a banda não libera para download, é muito provável que a primeira pessoa que obter o trabalho físico se encarregue de resolver esse problema.

Se você mesmo não disponibiliza um link de download, como ter controle da quantidade de vezes que seu material foi baixado? Se você não tem um link oficial, é maior a chance de pipocarem links com o mesmo arquivo pela internet, aí você nunca vai saber quantas vezes seu arquivo foi baixado, perdendo um ótimo indicador de popularidade!

Outro ponto, disponibilizar um álbum ou EP para download gratuito pode não servir para arrecadar grana, mas a banda pode ganhar vantagem em outros pontos, como tornar-se mais próxima de seus fãs! Que tal descobrir de onde eles são e depois aproveitar essa informação para enviar um e-mail avisando quando será o próximo show na cidade? Afinal se a galera que curte o seu trabalho for ao show, você pode aproveitar para vender merchandising ou até mesmo o cd que ele acabou de baixar. Nada como ter um bom mailing list nessas horas!

Você também pode utilizar algumas ferramentas como o Pay With a Tweet (http://www.paywithatweet.com/) para criar uma maré de divulgação. Quanto mais pessoas baixarem, mais o seu trabalho será divulgado.