IV Café Literário Coletivo 103

Galera, foi massa o IV Café Literário Coletivo 103! Mais de 60 pessoas curtiram o encontro, que teve bastante poesia, tiras, fotografias, música e gente bonita com muito amor no coração! O evento durou umas 4h! Curtam as fotos e fiquem atentos a nossa programação! Amanhã, vai rolar o Clube de Leitores Coletivo 103 :D Mais em nosso perfil no face - http://www.facebook.com/coletivo103

Foto: Thais Faria - Revista Culturatividades

 

Foto: Thais Faria - Revista Culturatividades

 

 


Vem aí o IV Café Literário!

Galera, chegamos à IV edição do Café Literário, evento que deu início às atividades do Coletivo 103! Esperamos contar com a presença de todos na apreciação de poesias, fotografias, curta-metragens, tiras, tudo acompanhado de um bom café!

Quem não participou da terceira edição, a qual aconteceu em junho, pode conferir como foi aqui e aqui.

Os convites são limitados e distribuidos 30 minutos antes do início do evento!

Data: 3 de setembro de 2011

Horário: a partir das 18h

Local: Centro Experimental de Artes,  Rua Gomes Barbosa, 658.


IV Café Literário Coletivo 103

O Coletivo 103 está recebendo poesias para divulgação durante o IV Café Literário Coletivo 103, o qual acontecerá em 3 de setembro. Os interessados devem entrar em contato pelo email coletivo103@gmail.com.

O evento será gratuito!

Participe!


Fotos do III Café Literário (11/06)

Foto 103: Live art

Para quem não foi ao III Café Literário, talvez, estas fotos possam exprimir o que eu e a trupe 103 sentimos naquela saudosa noite de sábado. Sintam a vibe!

Foto 103: Em transe.

Foto 103: "Letras ao vento (o clichê é necessário)".

 Daniel B.


III Café Literário – feedback

Daniel B.

Ainda que os problemas para a realização do III Café Literário tenham sido muitos, remanejamento do local, falta de espaço para expor alguns trabalhos como era previsto, tudo ocorreu muito bem e obrigado. Até terça, ou quarta-feira o evento estava marcado para a Pinacoteca da UFV, porém, de última hora, com a desculpa esfarrapada de que a Pró-Reitoria de Cultura e Extensão desconhecia seus organizadores, o Café teve de ser transferido para sede a do Coletivo 103. Tentativas foram feitas para que pudéssemos fazê-lo no Barzinho DCE, como da última vez – tentativas frustradas. Segundo os responsáveis pelo espaço, a data já estava ocupada por outra atividade, que desconheço ser qual e, por isso, não saberei informá-los.

Do alto de um terraço, 16 pessoas apaixonadas por literatura, música ao vivo, pintura e desenhos, sob o luar de um céu reconfortante, entraram em sintonia umas com as outras. Confesso que era um dos céticos sobre o sucesso do evento, haja vista o esforço imediato demandado para a realização do programa mais cult do Coletivo 103. Apreensão passada no momento em que os integrantes do 103 Ygor Sas e Islou lançaram músicas de sua autoria, que, em breve, disponibilizaremos, aqui no blog, para os apreciadores de música de boa qualidade.

Mas, as inéditas não param por aí. Pela primeira vez, alguns convidados do Café, que foi gratuito, pintaram e escreveram poesias, embebidos de vinho e encantados pelas velas que fizeram parte da decoração do ambiente. Lindo, não? Imagine: recitais de poesia, pessoas agradáveis para conversar, sem pudor, sem preconceito. Grupinhos filosofavam sobre questões existenciais, da constituição do universo ao grande dilema de nossas vidas: será mesmo que somos capazes de ditar os rumos de nossas vidas? Decisão particular: não, assim, de bate e pronto. A energia circundante foi tamanha, que Sartre daria tudo pra fazer parte dessas rodas de conversa.

Muita coisa boa rolou no Café, infelizmente, minha digitação e vocabulário não me permitem expressar toda minha percepção (www.percepcoesintimistas.blogspot.com).

Por fim, galera, agradecemos pela enorme quantidade de acessos que o blog tem recebido, sinal de que estão gostando de nosso trabalho, ainda que pequeno perto do que esperamos fazer por Viçosa.


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 246 outros seguidores